segunda-feira, 16 de março de 2009

Juramento 6

Não leia sem ler Juramento 1

Jurar sempre uma dificuldade para mim, o fato de não ter uma formação religiosa contribuiu para isso.
De qualquer maneira, vou tentar expor momentos da faculdade que talvez tenham a ver com a minha prática e que corresponderão às promessas comumente feitas em momentos como este.
Quero que a aula seja igual ao “espetinho” e ao Maxim, sempre que lá estivemos, fizemos trocas, rimos e saímos sempre revigorados com a vontade de voltar.
Quero que o conteúdo seja como o primeiro ano de faculdade sempre uma novidade, sempre um novo debate, sempre um conceito novo, sempre uma expectativa.
Quero ter alguém na equipe como a Maria Cristina, com domínio sobre as práticas, acreditando no potencial de ser professor e sabendo lidar com a hierarquia e filosofia de cada local que atua.
Quero ter um companheiro professor como a Irene que explode em vontade de mudar, que não tem medo de expor sua visão política e que conhece caminhos e os domina como poucos.
Quero trabalhar com pessoas iguais a Belinha, a Lú, a Déia, que apesar de serem diferentes entre si não mediram esforços para dar o máximo para aprender. Sei que são competentes profissionais.
Quero ter a calma da Ana Fátima, a filosofia do Tadeu, o humor da Rita, o conhecimento da Fabiana, o jeitinho da Deborah, o modo despreocupado da Flávia e ter a afinação de que só a Josy e Ana Lucia têm.
Quero sempre poder realizar trabalhos em grupo, se todos forem como o de cinema, em que fizemos um teatro de sombras, será ótimo, divertido, instrutivo e inesquecível. Quero apresentar banners, quero expô-los!!!
Quero viver muito da faculdade novamente em minha pratica, sei que as coisas serão diferentes, mas muitas poderiam ser parecidas pelo menos.
Com a promessa de continuar vivendo e produzindo lembranças inesquecíveis, eu juro ser pedagogo.
Obrigado

4 comentários:

Anônimo disse...

INICIALMENTE GOSTARIA DE AGRADECER PELO ESFORÇO DE TENTAR EXPOR A IMENSA E PERPLEXA DIVERSIDADE DE UMA CLASSE IGUALMENTE NUMEROSA DE TANTAS FORMAS, E MESMO SENDO ELAS TÃO ESPIRITUALMENTE OPOSTAS, TEM UM POUCO DE TI...
ENGRAÇADO PENSAR QUE O ÚNICO HOMEM DA SALA - ENTRE OS ALUNOS - CONSEGUIU CAPITAR TODA A MENSAGEM.
BEIJOS, E MUITO OBRIGADA!!!

PS.: a propósito, Rogério quer dizer: famoso homem com lança... faça deste seu momento ao expor diante de todos a importância da educação...

Anônimo disse...

Ah! Eu escrevo tanto, e acabei esquecendo de me identificar...

Abraços, Fabi!!!

RITA DE CÁSSIA disse...

É Rogério, vc foi muito feliz nessa mensagem,conseguiu captar de forma simples e autentica uma particularidade de cada um da turma,expôs de uma forma gostosa de ler a realidade de uma turma repleta de diversidades. Na p´roxima semana seja vc mesmo e expresse dessa sua forma única o que representou nossa turma. Beijos e valeu muito pela lembrança.

Ana Lúcia Cid disse...

Uebaaaaa eu gostei desse!!!
Esse valia por um discurso de orador sabia!!!!!
Bjs Ana